terça-feira, 14 de julho de 2009

Ode ao Tênis


Recebi esta figura por email. Gostei muito e não tive como deixar de postar aqui.


quinta-feira, 9 de julho de 2009

E o grande dia está chegando...

Bem amigos, o grande dia finalmente está chegando...

Dia 17 de julho próximo será a defesa de minha dissertação. Sempre há a sensação de que alguma coisa está faltando, de que ela não está pronta e de que muito ainda há de se abordar, como a diferença entre lesão e dano, por exemplo.

Tenho a certeza de que fiz o meu melhor, mas poderia fazer mais. Tenho muito que aprender e evoluir.

A partir do segundo semestre de 2009 terei um novo desafio: ministrar aulas na Universidade Luterana do Brasil - Ulbra, de Ji-Paraná/RO. Lá serei professor das disciplinas de Direito de Família, Sucessões, Direito Penal (Parte Especial), e de Noções de Direito para Ciências Contábeis.

Uma nova cidade, novo Estado, novos amigos. Não conheço ninguém, apenas o Thiago, meu colega de mestrado, que também está dando aulas lá. Estarei afastado de minha esposa, família, amigos de Toledo e de Londrina que, graças ao meu bom e justo Deus, não são poucos.

Saudades serão enormes. Mas sei que vencerei este novo desafio em minha vida.

Tentarei dar o meu melhor em minha nova função, como sempre fiz. Sei que não agradarei a todos. Mas espero estar em paz com minha consciência em saber que fiz o que tinha de ser feito, apesar de tudo.

A partir de agora, este blog será dedicado aos meus futuros alunos que, espero, sejam também meus grandes amigos.

Que venha o novo e o desconhecido, pois lhes direi: muito prazer!!!

JB desabafa em plenário: “No fucking way!”



O ministro Joaquim Barbosa deu uma mostra de seu inglês fluente na última sessão do semestre no plenário do Supremo Tribunal Federal. Eram 10 da manhã de quarta-feira. Em plenário, apenas seis dos 11 ministros. Por conta do baixo quorum, o presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes, escolhia quais processos poderiam ser julgados e quais deveriam aguardar quorum qualificado.
Inconformado com a falta dos colegas, o ministro Joaquim Barbosa se afasta do microfone, mas o aparelho ainda capta seu desabafo: “No way! No fucking way”! Barbosa é poliglota e poderia ter desabafado em pelo menos outras três línguas. Alemão: “Nein, verdammt”! Ou francês: “Sans chiquer”! O ministro também fala italiano.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Uma assessoria divina

Retirado da Coluna do Haidar, do dia 30.06.2009, em www.conjur.com.br
Durante sessão da 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, no ano passado (2008), o ministro Herman Benjamin pediu ao desembargador convocado Carlos Mathias, já aposentado, que explicasse a base de sua decisão. Para Benjamin, o fundamento não estava claro.
Católico praticante, Carlos Mathias justificou — O fundamento da minha decisão é bíblico.
Herman Benjamin — Como ministro? Eu não estou entendendo! Seu fundamento é bíblico?
Carlos Mathias — Isso mesmo. Indeferi o recurso com base na Bíblia.
Benjamin — E o quê ela diz a respeito de indeferimento em sede preliminar de uma petição?
Mathias — A Epístola de Tiago nos ensina que muitas vezes pedimos e não recebemos porque pedimos mal. Basta ler o capítulo 4, versículo 3, que consta: “Pedis e não recebeis porque pedis mal, para o gastardes em vossos prazeres”. Foi com base nisso que decidi. Vossa Excelência discorda?
Benjamin — Eu pensei que o voto tivesse sido exclusivamente seu, mas levando em consideração que foi São Tiago que lhe assessorou, não tenho condições de contrariá-lo. Retiro o destaque e voto com o relator.