quinta-feira, 2 de julho de 2015

OPINIÃO. Sobre a diminuição da maioridade penal

Vamos então punir como adultos os menores de 18 anos e maiores de 16? Muito bem. Mas por que não se pune também o pai que abandona seu filho com a mãe, que deixa de pagar pensão alimentícia propositadamente, obrigando a mãe a ter dois ou mais empregos para sustentar um ou mais filhos sem poder lhes dar atenção? Este crime, de abandono de incapaz, já existe e quase não há condenação, pois a pena ainda é muito branda. Pais que negligenciam a educação de seus filhos também deveriam ser severamente penalizados, pois criam um problema para toda a sociedade. Se os pais não lhes passam valores morais, alguém irá lhes passar. A escola, desvalorizada cada vez mais (não é mesmo, Beto Richa, bancada do camburão e também governo federal?), não tem condições de fazer isto. Restam aos "amigos da rua", de influência duvidável repassar valores morais cada vez mais deturpados, ou mesmo ao lixo de televisão que temos e à imprensa medíocre. Então a situação é esta: governos corruptos; povo individualista, egoísta e alienado; imprensa medíocre; professores desvalorizados; que projeto de nação teremos? O otimismo não é uma opção e anda cada vez mais longe.
Postar um comentário